terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Só chuva...

Eu até gosto de chuva mas de trovoada nem um pouco. A minha avó Teresa quando era viva tinha pavor à trovoada e sempre que começava ela fechava todas as janelas e desligava as luzes e ficava quieta a rezar á Santa Bárbara.
Eu sinto respeito, e esta noite a ouvir a trovoada só sentia medo que ela se aproximasse e tentei imaginar, e concerteza sem êxito, o que sentiram os madeirenses. Devem estar apavorados.
Que Deus lhes dê força para seguir!
Já que falei da minha avó vou contar-vos que foi dela que herdei o gosto pelo croché, pelo tricot, pelos bordados e pela costura. Mas ela não me ensinou nada. Infelizmente ela só ensinava à minha prima mais velha porque achava que eu, sendo mais pequena, não ia saber fazer. E eu ficava a olhar ela a fazer, e mesmo ela não querendo que eu fizesse, eu quando chegava a casa fazia. E a minha prima não conseguia. Ainda hoje não sabe fazer nada. E eu só de olhar, e agradeço à minha avó isso, faço logo.
Lembro-me da primeira vez que ela percebeu que eu tinha jeito, já eu era adolescente, e fiz uma saia e uma bolsa. E cosemos na máquina Oliva dela. Que infelizmente quando ela morreu, essa máquina foi para a minha tia, que a deixou avariar.
Nunca tive muito amor da minha avó porque ela não falava com os meus pais. E ela era um pouco fria e mantinha uma certa distância. Mas lembro que nos últimos dias dela, foi a minha mãe quem cuidou e sei que ela se arrependeu de tudo o que nos fez.
Apesar de tudo, de sempre ela preferir os outros netos, e eu e o meu irmão levarmos por tabela por ela não manter uma relação com os meus pais, eu gostava dela e recordo-a muitas vezes.
Avó, eu faço o croche por ti!

E depois de uma pequena homenagem à minha avó Teresa, e também não posso esquecer a minha avó Domingas " Borras" lol vou terminar com um selinho da Iara, que me deixou no seu blog e com o desafio.


As regras do selinho são:
Contar 8 caracteristicas suas e indicar 8 blogs para receber o selinho.

Então cá vão os meus defeitos e qualidades lol:
* Sou teimosa, para o bem e para o mal;
* Sou orgulhosa,
* Sou amiga do meu amigo
* Sou timida
* Ando sempre de cara fechada mas quando riu, faço com gosto e não consigo parar lol
* Sou preguiçosa
* Sofro de ansiedade lol
* Detesto ignorância

Agora deixo a todas as amigas que queiram aceitar o desafio.

Bjinhos da L*

11 comentários:

artes_romao disse...

boa tarde, td bem?
estás com imensas criações...que bom;)
adorei tudo.
agradeço também a visita...
quanto ao cachecol a Libelinha também já me deu trabalho,lol...
eu já lhe disse que acho que não estou á vossa altura...mas ela insiste,lol.
fica bem,jinhos***

Korrosiva disse...

Aqui hoje choveu a potes, era com cada pedregulho de gelo a bater na janela que tava a ve que fica sem vidros :{

beijinhoss

Libelinha☆ disse...

Estas coisas que nos contas são coisas da vida... que muitas vezes é amarga!... Mas de certo que a tua avó viu que passou a vida enganada!...

Beijinhos ;P

L* disse...

Artes_romao quem disse que não estás à altura? Deixa-te disso. Nem que não soubesses fazer croche nós ensinavamos. O que eu fiz não foi nada de especial. Foi só um contributozito. Vamos é entrar no guiness lol
Bjinhos*

L* disse...

Korrosiva, aqui também choveu muito mas havia mais trovoada. E hoje assustou-me.
Começo a pensar nas desgraças e ficou com algum receio.
Ainda vivo num cantinho do paraiso mas nunca se sabe...
Bjinhos*

L* disse...

Libelinha felizmente vivi sem precisar dela mas sempre gostei dela e agora ainda gosto mais. Quando ela percebeu que afinal eu tinha os mesmos gostos que ela, sei que se arrependeu de tudo. Já passou. Até me fortaleceu. E agora faço croche com mais gosto ainda.
O Cachecol ta feito. Como é? Onde nos encontramos?
Bjinhos da L*

Celinha 007 =) disse...

O importante é nós termos a consciência tranquila. Queremos sim que os outros nos respeitem e adorem mas não podemos mudar isso e obrigá-los. Só podemos continuar a amar e esperar que vejam que estão errados... muitas vezes tarde demais!*

Um beijo enorme e força =) `*

L* disse...

Ola Celinha. Infelizmente muitas das vezes é tarde demais.
Obrigada pela força.
Bjinhos*

Dudis disse...

Olá linda, já pinto as unhas desde os meus 13 anos, por isso são muitos anos de prática, lol. Quanto à tua avó, deixa lá, ela agora do sitio onde está, deve admirar os teus lindos trabalhos e está orgulhosa de ti. As pessoas não vêem que a vida é demasiado curta para ter ressentimentos, mas deixa lá, tu és forte e passa-te por cima de tudo, é assim mesmo, força aí amiga, bjos doces

Vanessa Coelho disse...

pois, eu tb nao gosto mto de trovoada.. nao me assusta o barulha.. apenas qdo falaha a luz.. tnh pavor do escuro =X

ainda bem k herdaste esse dom ;)

beijinhO*

Margaret disse...

Oi "L"

Amiga,as vezes fico meio sumida,mas o importamte é estar aqui de coração e não simplesmente estar.
Veja minha mãe tem 82 anos e também tem muito medo de trovão e raios, quando acontece ela manda desligar tv,computador,etc e começa a rezar!
Outro dia ela mandou meu sobrinho cobrir todos esses aparelhos com uma toalha,foi muito engraçado.rsrsrs

Muitos Beijinhos!!!